Extrusão de Alumínio

A extrusão de alumínio é o processo no qual o tarugo de metal é reduzido em sua seção transversal quando forçado a fluir através do orifício de uma matriz (ferramenta), sob o efeito de altas pressões. Em vista das grandes forças envolvidas, a maior parte dos metais é extrudados a quente, isto é, quando a resistência à deformação é baixa e a temperatura é superior a de recristalização.

A variedade de perfis de alumínio que podem ser extrudados em alumínio é praticamente ilimitada.

As vantagens dessa característica incluem a redução de custos através da eliminação de operações posteriores de usinagem ou junção, bem como a possibilidade de obtenção de seções mais resistentes através de adequada eliminação de juntas e uma melhor distribuição de metal.

CLASSIFICAÇÃO DOS PERFIS EXTRUDADOS

Perfil Sólido: São aqueles cuja seção transversal não tem nenhum vazio totalmente circunscrito por metal;

Perfil Tubular: São aqueles cuja seção transversal tem pelo menos um vazio totalmente circunscrito por metal;

Perfis Semitubulares: São aqueles cuja seção transversal tem vazios parcialmente circunscritos por metal.

LIGAS DE ALUMÍNIO PARA EXTRUSÃO


Embora qualquer liga de alumínio trabalhável possa ser extrudada, existem grupos de ligas que oferecem uma ampla faixa de propriedades e que podem ser extrudadas com máxima eficiência, cada qual apresentando suas características individuais. Muitas podem ser extrudadas facilmente, outras de forma relativamente fácil, enquanto outras podem são bastante difíceis, e requerem procedimentos especiais que reduzem a velocidade de extrusão.

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DE TEMPERAS DE ALUMÍNIO

O sistema de classificação de têmperas é baseado na seqüência específica dos tratamentos básicos usados para produzir as várias têmperas nos produtos extrudados.

As designações de têmpera seguem a designação da liga, sendo as duas designações separadas por um hífen. A designação das têmperas consiste de uma letra seguida de um ou mais dígitos, os quais designam seqüências específicas dos tratamentos básicos.

Temos as seguintes designações básicas de têmperas:

Têmpera “O” - Recozido:
Aplica-se aos produtos acabados em que se requer um baixo valor de resistência mecânica.
Têmpera “F” - Como Fabricado:
Sem controle especial no processo de produção com relação à têmpera, sem especificação dos limites de propriedades mecânicas.

Têmpera “H” - Encruada:
Aplica-se em produtos que passam por deformação plástica a frio, ex. trefilaçao de tubos. A têmpera H é utilizada às ligas não tratáveis termicamente e sempre a letra “H” é acompanhada de dois ou mais dígitos.

Têmpera “W” - Solubilizado:
Envelhecida naturalmente a temperatura ambiente após o tratamento de solubilização.

Têmpera “T” - Tratado Termicamente:
Designação para as ligas tratáveis termicamente. A letra T é sempre seguida por um ou mais dígitos que indicam a seqüência dos processos básicos realizados, exemplo T4, T5, T52, T6, etc.

LME do Alumínio x Dólar

Mês

Media LME

Média Dolar

Jan

US$ 2.214,48

R$ 3,21079

Fev

US$ 2.184,93

R$ 3,24150

Mar US$ 2.076,52 R$ 3,27921
Abr US$ 2.247,58 R$ 3,40382

 botão

Onde Estamos

  • Matriz: R.Armandina Braga de Almeida, 109 - Galpão B - Jd. Santa Emília - Guarulhos - SP - CEP: 07141-003
  • Filial: R. João Ranieri, 1.250 - Bonsucesso - Guarulhos - SP - CEP: 07177-120 
  • Tel: (55 11) 2436-1033
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Visite-nos nas Redes Sociais:
    FacebookYouTube  LinkedIn  Twitter Google  

Newsletter

Para receber novidades, dicas e convites para eventos, preencha seu nome e e-mail nos campos abaixo.